Insonia em AdolescentesO sono dos adolescentes tem sido alvo de alguns estudos. É conhecida a dificuldade que eles têm para dormir cedo e pular da cama nas primeiras horas da manhã. Geralmente, dormem tarde e acordam lá pelo meio da manhã. Quando são obrigados a ir para a escala cedo, é um drama. Muitos não acompanham as aulas de tanto sono.

Ainda não se sabe exatamente o que ocorre nessa fase da vida que leva a essa mudança. Há alguns indicativos. O primeiro seria a e recorrência de um atraso no ritmo do relógio biológico, causado pelas mudanças hormonais típicas da idade. Sabe-se que a melatonina, o hormônio que induz ao sono, começa a ser produzida um pouco mais tarde do que nos adultos. Isso atrasa o inicio do adormecimento e posterga o despertar.

Existe também um forte componente comportamental. Eles estão habituados a assistir à TV até mais tarde, ficam noite a dentro no computador. Retardam o sono porque demoram a ir para a cama e também porque ficam mais estimulados mentalmente.

A queda no rendimento escolar derivada das poucas horas de sono começou a preocupar pais e professores e está promovendo mudanças no horário escolar. A solução mais sensata é atrasar os horários de atividades pela manhã dizem muitas escolas.

Em São Paulo, a Escola de Aplicação da USP e a Escola Estadual Francisco Brasiliense Fusco fizeram alterações. Os adolescentes que estudavam de manhã passavam boa parte das aulas com sono e os menores que estudavam à tarde dormiam na classe. Os horários foram invertidos. As faltas caíram e as notas melhoraram. Existem várias formas de tratar a insonia em adolescentes como falámos em cima.